Matriz de risco como instrumento no planejamento de auditoria de obras públicas: uma proposta metodológica não-paramétrica

  • Caio Petrônios de Araújo Lopes Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado do Ceará - CGE-CE
  • José Benevides Lôbo Neto Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado do Ceará
Palavras-chave: Matriz de Risco. Auditoria de Obras Públicas. Gestão de Risco.

Resumo

As matrizes de risco têm sido amplamente utilizadas como uma ferramenta de avaliação de risco em muitos campos devido à sua simplicidade e natureza intuitiva. Entretanto, a literatura especializada tem focado em suas aplicações nos mais diversos campos de atuação em vez de desenhá-las. Este trabalho tem por objetivo apresentar uma proposta metodológica robusta de matriz de risco para a seleção de contratos de obras públicas em amostras não-paramétricas. A metodologia é classificada quanto à origem como descritiva e quanto à abordagem do problema em quali-quantitativa, com padrão não-paramétrico com categorização das variáveis. O resultado demonstra a viabilidade da metodologia e a necessidade de melhorar os mecanismos de governança para um que priorize a análise de riscos no centro do planejamento para tomada de decisão dos gestores.

Biografia do Autor

Caio Petrônios de Araújo Lopes, Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado do Ceará - CGE-CE
Auditor de Controle Interno da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado do Ceará (CGE). Mestre em Engenharia de Transportes pela Universidade Federal do Ceará (2016), Bacharel em Engenharia Civil pela Universidade Potiguar (2013) e Especialista em Direito Administrativo pela Universidade Cândido Mendes (2014). Participou da elaboração do Manual de obras públicas e serviços de engenharia do Estado do Ceará.
José Benevides Lôbo Neto, Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado do Ceará
Auditor de controle interno da Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado do Ceará (CGE), Orientador da Célula de Transparência e Ética. Doutorando em Engenharia Civil (Recursos Hídricos) pela Universidade Federal do Ceará, Mestre em Engenharia Civil, em Geotecnia, pela Universidade Federal do Ceará e Especialista em Segurança do Trabalho pela Faculdade Leão Sampaio (2011). Participou da elaboração do Manual de obras públicas e serviços de engenharia do Estado do Ceará e da implementação da Plataforma Ceará Transparente.
Publicado
2019-03-14
Como Citar
Lopes, C., & Lôbo Neto, J. (2019). Matriz de risco como instrumento no planejamento de auditoria de obras públicas: uma proposta metodológica não-paramétrica. Revista Controle - Doutrina E Artigos, 16(2), 131-163. https://doi.org/10.32586/rcda.v16i2.508
Seção
Artigos