Epítome sobre a licitação como instrumento da corrupção

  • Edimário Freitas de Andrade Júnior Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista.
Palavras-chave: Corrupção. Fraude. Ilicitudes. Licitação. Simulação.

Resumo

O tema da corrupção, em especial envolvendo contratações públicas, tornou-se recorrente nos noticiários da imprensa nacional, uma vez que os processos de licitação, não raras vezes, são manipulados com a finalidade de dissimular atos ilícitos. Destarte, a partir de pesquisa bibliográfica, com o levantamento de referencial já editado em relação à temática ora discutida, bem como se valendo do método qualitativo, o presente artigo busca analisar de forma concisa e objetiva a corrupção a partir dos aspectos sociopolítico – enfatizando as repercussões no meio social e na política – e jurídico à luz do Código Penal e da Lei Anticorrupção (12.846/2013). Outrossim, será analisado as principais fraudes na licitação, exemplificando-as com casos concretos. Conclui-se que a licitação tornou-se verdadeiro simulacro de incentivo à corrupção, onde corruptos e corruptores valem-se do rito licitatório para relegar o interesse público em benefício a interesses privados, não conseguindo coibir a corrupção institucionalizada nos mais diversos segmentos da sociedade.

Biografia do Autor

Edimário Freitas de Andrade Júnior, Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista.
Atualmente é Advogado e Servidor Público na Prefeitura Municipal de Vitória da Conquista. Graduado em Direito pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB) e Especialista em Direito Público pela UNIDERP-LFG.

Referências

AMORIM, B. Prefeito de Mangaratiba acusado de fraudar licitações é preso. Extra, Rio de Janeiro, 17 abr. 2015. Disponível em: https://glo.bo/2sIZuej . Acesso em: 13 maio 2018.

BRASIL. Polícia Federal. Relatório Final: Operação Panatenaico. Brasília, DF, 2017. Disponível em: https://bit.ly/2Jf9ZRp. Acesso em: 14 maio 2018.

BRASIL. Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, com alterações resultantes da lei nº 8.883, de 08 de junho de 1994 e da lei 9.648, de 27 de maio de 1998. Regulamenta o art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, institui normas para licitações e contratos da Administração Pública e dá outras providências. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Poder Executivo, Brasília, DF, 22 jun. 1993. Disponível em: https://bit.ly/28Sw9Xt. Acesso em: 08 ago. 2018.

BRASIL. Tribunal de Contas da União. Referencial de combate à fraude e corrupção: aplicável a órgãos e entidades da Administração Pública. Brasília, 2017.

DALLARI, A. de A. Aspectos Jurídicos da Licitação. 7. ed. São Paulo: Saraiva, 2006.

DALLARI. Sem planejamento orçamentário, licitação não evita corrupção. Consultor Jurídico, São Paulo, 16 fev. 2017. Disponível em: https://bit.ly/2JBPaiN. Acesso em: 13 maio 2018.

FORTINI, C.; MOTTA, F. Corrupção nas licitações e contratações públicas: sinais de alerta segundo a Transparência Internacional. A&C – Revista de Direito Administrativo & Constitucional, Belo Horizonte, ano 16, n. 64, p. 93-113, abr./jun. 2016.

FURTADO, L. R. As raízes da corrupção no Brasil. Estudos de casos e lições para o futuro. 1. ed. Belo Horizonte: Fórum, 2015.

FURTADO, L. R . Curso de licitações e contratos administrativos. 6. ed. Belo Horizonte: Fórum, 2015.

JUSTEN FILHO, M. Comentários à lei de licitações e contratos administrativos. 16. ed. São Paulo: Revista dos Tribunais, 2014.

MÂNICA, F. B. Você acredita em licitações? Gazeta do Povo, Curitiba, 03 jan. 2017. Disponível em: https://bit.ly/2sItXck. Acesso em: 13 maio 2018.

MILESKI, H. S. O Estado Contemporâneo e a corrupção. 1. ed. Belo Horizonte: Fórum, 2015.

RIBAS JÚNIOR, S. Corrupção pública e privada – Quatro Aspectos: Ética no Serviço Público, Contratos, Financiamento Eleitoral e Controle. 1. ed. Belo Horizonte: Fórum, 2014.

RIBEIRO. M.P. O administrativista ingênuo. Direito do Estado, Rio de Janeiro, n. 337, 2017, Disponível em: https://bit.ly/2JoBvrT. Acesso em: 05 jun. 2018.

SANTOS, F. B.; SOUZA, K. R. de. Como combater a corrupção em licitações. 1. ed. Belo Horizonte: Fórum, 2016.

TRANSPARENCY INTERNATIONAL. Informe Global de la Corrupción 2009: Corrupción y sector privado. 1. ed. Nova York: Cambridge University Press, 2009.

VERDÉLIO, A. Custo adicional por fraude em licitações pode chegar a 50%, diz OCDE. Agência Brasil, Brasília, 03 nov. 2015. Disponível em: https://bit.ly/2Hop1yA. Acesso em: 13 maio 2018.

VILHENA, E.J; PEREIRA, J. R.; CAMARGO, J. C. de; ALMEIDA, L. A. de; ALHO, M. R.; FILHO, N. D.; CAVALCANTE, R. J.; GOMES, R. M.; Técnicas econométricas e seu papel inovador no cálculo do sobrepreço: o caso da Lava Jato. Revista do TCU, Brasília, n. 138, p. 18-29, 2017.

Publicado
2019-03-14
Como Citar
de Andrade Júnior, E. (2019). Epítome sobre a licitação como instrumento da corrupção. Revista Controle - Doutrina E Artigos, 16(2), 402-422. https://doi.org/10.32586/rcda.v16i2.481
Seção
Artigos